Perguntas mais frequentes

Tem alguma questão? Coloque-nos as suas dúvidas.

    

  • Quais são as vantagens de Bisolvon®?

    Bisolvon® tem uma experiência de utilização que remonta há mais de 40 anos. Foi alvo de uma investigação profunda, sendo conhecido em todo o mundo pela sua eficácia. Bisolvon® Linctus Criança e Bisolvon® Linctus Adulto, em xarope fluidificam a espessa expetoração nas vias respiratórias, tornando a tosse mais fácil, ajudando assim no processo de recuperação. Bisolvon® está indicado como adjuvante mucolítico na tosse com expetoração e das infeções respiratórias em presença de hipersecreção brônquica.

  • Para que é utilizado o Bisolvon® ?

    Bisolvon® dispõe de uma vasta gama de produtos. Bisolvon® é utilizado para a tosse com expetoração. A sua substância activa, a Bromexina, torna o muco viscoso, mais fluído. Bisolvon® permite a limpeza das vias respiratórias e ajuda o organismo a libertar-se das secreções brônquicas.

  • Para que é utilizado Bisoltussin®Tosse Seca?

    Bisoltussin® Tosse Seca é utilizado para a tosse seca, irritativa e não produtiva (sem expetoração). Alivia a tosse seca e irritativa. Bisoltussin® Tosse Seca ajuda a acalmar a tosse.

  • Onde posso adquirir Bisolvon®?

    Bisolvon® é um medicamento não sujeito a receita médica. Poderá adquirir numa farmácia ou num espaço de saúde.

  • O que é a bromexina?

    A Bromexina, a substância activa do Bisolvon®, é uma substância com uma longa tradição e provas dadas. A Bromexina foi desenvolvida como um derivado sintético da vasicina, sendo eficaz na fluidificação e libertação da expetoração das vias respiratórias.

    A planta asiática Adhatoda vasica contém vasicina. Vasicina é o princípio ativo da planta Adhatoda vasica, nas vias respiratórias.

  • Podem os produtos Bisolvon® ser tomados por pessoas com diabetes?

    Sim, o Bisolvon® Linctus Criança, Bisolvon® Linctus Adulto, Bisolvon® Solução Oral (gotas) não têm açúcar e são adequados para diabéticos. Antes de tomar qualquer produto Bisolvon®, consulte o seu médico ou farmacêutico e leia cuidadosamente a rotulagem e o folheto informativo.

  • Como devem ser armazenados os produtos Bisolvon®?

    Conservar a temperatura inferior a 25º C. Conservar na embalagem de origem. Bisolvon® deve ser guardado fora do alcance e da vista das crianças.

  • Podem os produtos Bisolvon® serem dados a crianças?

    Alguns produtos Bisolvon® podem ser ser dados a crianças. Recomendamos o uso dos produtos Bisolvon® que são especificamente formulados para crianças: por exemplo, Bisolvon® Linctus Crianças e Bisolvon® Solução Oral (gotas). Por favor, consulte sempre o folheto informativo de cada produto antes de o dar ao seu filho. Lá encontrará recomendações sobre a posologia apropriada, dependendo da idade do seu filho. Deve consultar o seu médico ou farmacêutico, se tiver dúvidas. As apresentações apresentadas só devem ser dadas a crianças com menos de 2 anos sob supervisão médica.

  • Qual a razão pela qual as crianças sofrem mais de tosse do que os adultos?

    As crianças são especialmente susceptíveis às vulgares constipações, porque ainda não desenvolveram resistência à maioria dos vírus que as causam. Mas um sistema imunitário imaturo não é o único factor que torna as crianças vulneráveis. O facto de passarem muito tempo em contacto com outras crianças e de nem sempre serem cuidadosas na lavagem das mãos, torna a vulgar constipação mais fácil de se espalhar.

  • Posso dar ao meu filho uma dose de adulto de um produto Bisolvon®?

    Não. É muito importante seguir as instruções de dosagem do folheto informativo.

  • Qual a diferença entre a tosse com expetoração e a tosse seca?

    Basicamente, existem dois tipos de tosse: com expetoração (produtiva) e seca (não produtiva).

    Tosse com expetoração:
    A tosse com expetoração, também conhecida como tosse produtiva, muitas vezes é o resultado de uma infecção viral do trato respiratório superior. A infecção faz com que a membrana mucosa das vias respiratórias fique inflamada e produza um muco espesso e pegajoso, de modo que já não é removido pelos mecanismos normais de limpeza do organismo, obstruindo as vias respiratórias. A tosse surge como uma ajuda na tentativa de remoção desta expetoração. A inflamação e a acumulação do muco viscoso obstroem as vias respiratórias, tornando a respiração difícil e promovendo as infecções bacterianas.

    Tosse seca:
    A tosse seca, sem expetoração ou não produtiva causa uma irritação repetida das vias respiratórias.Esta tosse pode ser, por exemplo, causada pelo fumo do tabaco, pó ou alergias. Às vezes, permanece por alguns dias ou mesmo semanas, como um pós-sintoma de uma constipação comum.

  • É possível que uma tosse seca se transforme numa tosse com expetoração?

    Sim. Por exemplo, no caso de uma constipação comum ou gripe há, por vezes, fases diferentes de tosse: No início, pode surgir uma tosse seca, que mais tarde poderá evoluir para uma tosse produtiva. Em algumas pessoas a tosse com expetoração pode ser seguida novamente por uma tosse seca. Procure o seu farmacêutico ou médico que o poderá ajudar a tratar e caracterizar a sua tosse.

  • Em que altura devo procurar o médico por causa da tosse?

    Em geral, consulte o médico se a tosse durar mais do que uma semana, se está febril, ou se tiver dor torácica persistente ou dificuldade em respirar.

  • É recomendado parar ou acalmar a tosse?

    Isso depende do tipo de tosse. A tosse seca e irritativa pode ser muito incómoda e pode ser tratada com um medicamento que pare a tosse. Numa constipação comum esta tosse seca transforma-se muitas vezes em tosse com expetoração acompanhada de um aumento da produção de muco. Nesta fase de tosse com expetoração, é geralmente aconselhável a utilização de um produto expectorante para ajudara limpar a expetoração. Se não melhorar num período aproximado de uma semana, por favor consulte o seu médico.

  • Nos primeiros dias após tomar Bisolvon®, pareceu-me expectorar mais do que antes! Isso é normal?

    Sim. Bisolvon® ajuda a remover mais rapidamente e mais facilmente, o muco (expetoração) das vias aéreas. Portanto, a frequência de tosse pode ser aumentada, a fim de remover a maior quantidade de expetoração. Mais tarde, no decurso do processo de cura, a frequência da tosse e a quantidade de expetoração expelida diminui. Se não melhorar, peça conselho ao seu médico.

  • Além de tomar Bisolvon®, que mais posso fazer para combater a tosse?

    Além de tomar Bisolvon®, pode ajudar o seu organismo a combater a tosse e acelerar o processo de cura, com o seguinte:

    • Muito descanso.
    • Certifique-se de que ingere bastantes vitaminas, comendo fruta e legumes frescos.
    • Não se esqueça de lavar as mãos após assoar o nariz.
  • Como posso fortalecer o meu sistema imunitário?

    Uma vez que o sistema imunitário está debilitado, as tosses e constipações têm o trabalho facilitado. Pode reforçar o sistema imunitário de várias maneiras:

    • Dê um passeio ao ar livre.
    • Durma bem e evite o stress desnecessário.
    • Coma fruta e legumes frescos. Os citrinos, pimentos, espinafres e brócolos são altamente recomendados.
    • Também pode tomar suplementos vitamínicos. 
  • Qual é a diferença entre uma constipação normal e uma gripe?

    Tanto a constipação comum como a gripe, são causadas por vírus. Ambas podem ter sintomas semelhantes, mas com uma significativa diferença de gravidade e de duração. A gripe pode ser uma doença grave, especialmente para crianças pequenas, mulheres grávidas, pessoas com doenças crónicas ou idosos.


    Os sintomas de constipação comum são:
    corrimento nasal, nariz obstruído e congestão nasal, espirros, dor de garganta, tosse, febre ligeira.


    Os sintomas da gripe são:
    Início súbito, tosse seca, dor de cabeça, dores musculares e cansaço, febre e arrepios de frio, dor de garganta e nariz entupido.

  • É possível que a constipação comum se desenvolva para uma infecção bacteriana mais grave?

    Sim. Se desenvolver febre alta, gânglios dolorosos ou inchados ou tosse com expetoração amarela ou verde, pode ter contraído uma infecção bacteriana, que pode exigir tratamento com antibiótico. Visite o seu médico para aconselhamento.

  • Em que ponto devo procurar o médico durante uma constipação ou gripe?

    A consulta de um médico depende da situação individual. Em geral, consulte um médico se a sua constipação durar mais do que uma semana, se estiver febril, ou se tiver dor torácica persistente ou dificuldade respiratória. A gripe pode ser uma doença perigosa, especialmente para crianças pequenas, mulheres grávidas, pessoas com doenças crónicas ou idosos. É importante lembrar que as complicações da infecção por gripe ou da constipação podem ser perigosas para as crianças. Contacte sempre um profissional de saúde se a temperatura do seu filho for igual ou superior a 38 ° C.

  • O que mais posso fazer para combater os outros sintomas da constipação?

    Pode ajudar o seu organismo a combater a constipação e a acelerar o processo de cura, através do seguinte:

    • Muito repouso.
    • Certifique-se de que ingere bastantes vitaminas comendo fruta e legumes frescos.
    • Aplique banhos nos pés, com mudança de temperatura de morna para quente e depois fria.
    • Use compressas e inale vapores quentes.
    • Não se esqueça de lavar as mãos após assoar o nariz.
  • Como posso fortalecer o meu sistema imunitário?

    Uma vez que o sistema imunitário está debilitado, as tosses e constipações têm o trabalho facilitado. Pode reforçar o sistema imunitário de várias maneiras:

    • Dê passeios ao ar livre.
    • Faça sauna.
    • Tome duches quentes e frios.
    • Durma bem e evite o stress desnecessário.
    • Coma fruta e legumes frescos. Os citrinos, pimentos, espinafres e brócolos são altamente recomendados.
  • Qual é a diferença entre congestão nasal e dos seios perinasais?

    Essa sensação de obstrução que começa quando se tem uma constipação ou alergia, resulta da congestão nasal. As membranas das fossas nasais ficam inchadas devido à inflamação, tornando difícil a respiração pelo nariz. Se não for tratada, pode evoluir para um problema mais sério: congestão dos seios perinasais. Isso causa dores de cabeça e uma sensação de aumento da pressão na sua testa e à volta dos olhos - especialmente quando se inclina para a frente.

  • Em que ponto devo consultar um médico sobre uma congestão nasal ou dos seios perinasais?

    A consulta de um médico depende da situação individual. Em regra, contacte um médico se a congestão durar mais do que uma semana, ou se desenvolver dores de cabeça ou uma sensação de pressão na testa, especialmente quando se inclina para a frente. É importante lembrar que as complicações das infecções nasais ou dos seios perinasais podem ser especialmente perigosas para as crianças. Contacte sempre um profissional de saúde se a temperatura do seu filho for igual ou superior a 38°C.

  • O que posso fazer mais, para resolver a congestão nasal ou dos seios peri-nasais?

    As seguintes medidas podem ajudar seu organismo a combater a congestão e a acelerar o tratamento.

    • Tome um longo banho: Aumente a temperatura de modo a que haja muito vapor e respire pelo nariz, tanto quanto possível.
    • Mantenha-se quente: não sobrecarregue o seu sistema imunológico - garanta que os seus pés, mãos e cabeça estão confortavelmente aquecidos, sem estarem muito quentes. Se necessário, use meias quentes ou tome um relaxante banho de pés.
    • Não se assoe com muita força: demasiada pressão pode fazer com que as suas delicadas membranas nasais fiquem ainda mais inflamadas.